19.11.09

Dia Internacional da Filosofia

Em 1995, a UNESCO assinalou a terceira quinta-feira do mês de Novembro como Dia Internacional da Filosofia, partindo da premissa de que "os problemas que trata a Filosofia são os problemas da vida e da existência dos homens considerados universalmente".

O ECB não deixou de comemorar esta efeméride, preparando aulas em torno do texto A alegoria da caverna de Platão.
Os alunos, como é hábito quando se trabalha este texto, não só apresentaram as suas inquietações como discutiram, inicialmente sem se aperceberem, problemas filosóficos que vão ser aprofundados ao longo dos 10.º e 11.º anos.
A todos os alunos, os nossos parabéns pela capacidade de argumentação e insistência em pensarem por si mesmos!
Os professores de Filosofia

7 comentários:

Ana Luísa disse...

A Alegoria suscita em mim uma certa nostalgia, já que foi a propósito da mesma que escrevi o meu primeiro (espécie de) ensaio, salvo erro, sobre a Realidade. Agora, o sistema educativo "condena" os alunos do 12º ano a escreverem textos argumentativos com a corrente das palavras contadas a travar o cérebro...
Quanto à premissa que levou a Unesco a assinalar este dia, não podia estar mais de acordo, basta que as pessoas se disponham a pensar e a questionar e que nunca percam a determinação de fazerem prevalecer um espírito desperto e crítico para contribuírem para a manutenção da Filosofia.

Joana Pestana disse...

Segundo a minha perspectiva, a principal mensagem do texto de Platão é a capacidade de nos abstrairmos de todo o Mundo que nos rodeia e irmos mais além, ou seja, entendermos a realidade, libertando-nos de todas as ideias/crenças que nos são transmitidas, de preconceitos, da nossa mera teimosia, do que prende a nossa mente e que nos leva à ignorância, a uma “estagnação” da sociedade.
A “Alegoria da Caverna” faz-nos pensar na liberdade de que podemos usufruir ao querermos saber mais e mais, ir sempre mais além, ultrapassarmos a ilusão em que vivemos, colocarmos de parte a ignorância que reveste o Mundo e alcançarmos a realidade, adquirindo conhecimentos, tudo isto, através da Filosofia, o caminho que temos de percorrer para alcançarmos este nosso objectivo.
Desta forma, ao lermos e analisarmos a representação figurativa desta ideia, conseguimos compreender a sua verdadeira mensagem, e somos levados a pensar se o nosso Mundo é ou não uma ilusão.

Cristina disse...

Segundo a minha perspectiva, a principal mensagem que Platão nos queria transmitir ao redigir o texto “Alegoria da Caverna” é que devemos de abrir as “portas” ao mundo exterior, não aceitando os acontecimentos de forma acrítica, mas tentando compreende-los e descodificá-los. Se não o fizermos, como Platão sobrepõe (e bem!), iremos viver para sempre na ignorância, já que seremos seres dogmáticos onde o conhecimento não é algo que consideremos necessário. Mas um percurso filosófico é a passagem da ignorância para o conhecimento, logo, acredito que devíamos seguir o percurso filosófico, pois o conhecimento é necessário para um bem-estar social e psicológico de um ser e a ignorância simplesmente nos leva por um caminho onde não aprenderemos nada de novo e onde não existirá uma evolução psicológica progressiva.
Gostei imenso desta actividade de comemoração do Dia Internacional da Filosofia, pois ficámos a ter uma ideia da beleza da filosofia no seu estado mais puro, ou seja, em diálogo e debate de ideias.

Valter Boita disse...

Obrigado Ana Luísa pelo testemunho. Recordo-me perfeitamente dessa aula e das intervenções que fizeram.

Continua a manter esse espírito crítico e desperto!

Um abraço,
Valter

Ricardo disse...

Na minha opinião a mensagem principal de Platão é levar as pessoas a viver na realidade através do pensamento. Muitas vezes as pessoas vivem na ilusão, e Platão diz que essas pessoas, através do pensamento, devem passar da ilusão à realidade, pois para Platão não faz sentido viver na ilusão, no entanto há pessoas que não querem viver na realidade, porque têm medos, crenças que não querem deixar de acreditar nelas, ou seja, estão a ser dogmáticas, não querem ouvir outras crenças que não sejam as que acreditam, assim estas pessoas estão a viver numa mentira e não querem passar para a verdade.

Tiago Inácio disse...

A principal mensagem de Platão é para que não nos deixarmos ficar com o que sabemos, ou seja, procurar saber sempre mais. Enriquecermos o nosso conhecimento, porque, como Platão nos quis demonstrar, a caverna é a ignorância, é não queremos saber mais, é estarmos satisfeitos como estamos... e ao subirmos para a "rua", estamos a querer saber mais, explorarar e é isso que Platão nos aconselha com a escrita de "A alegoria da caverna".

Anónimo disse...

Então Stor... Tudo bem?!
Aqui fica o meu texto/resposta á questão 9 acerca da "Alegoria da Caverna"

Existem pessoas, que muitas vezes vivem numa ilusão, como as pessoas que são dogmáticas. E Platão está talvez a fazer uma critica/uma espécie de "alerta", mas não são só essas pessoas que precisam de sair da tal "ilusão", mesmo nos muitas vezes precisa-mos de "acordar" e muitas vezes fazer um grande esforço para chegar á verdadeira e muitas vezes dura realidade.
A mensagem de Platão é: as pessoas devem sair da ilusão e irem para a realidade através do pensamento. No entanto existem pessoas que não o fazem porque não querem alterar as suas crenças.


Luís Vicente, nº9 11ºC
Abraço ;)